Voltar



A Laserterapia no Pós Parto

Ah, o pós-parto…
Momento onde ocorrem desconfortos físicos, emocionais e psicológicos que envolvem a amamentação e outros relacionados ao parto vaginal ou cesárea. Sabemos como é difícil.

Então viemos aqui explicar pra vocês como o uso do laser pode ajudar no pós parto. Os estudos já comprovam a eficácia clínica do laser de baixa intensidade em traumas mamilares, feridas cirúrgicas, lesões na região mamilo-areolar e sistêmica.


Foto: Miame Nursing 

Para as mamães que realizaram parto cesariana, o laser pode ser utilizado para potencializar a rápida cicatrização da lesão cirúrgica e ainda evitar a temida cicatrização hipertrófica, conhecida como queloide. Em casos de laceração do períneo ou episiotomia, o laser tem a função de melhorar a sensação de desconforto, aliviar a dor, reduzir o edema e promover a cicatrização local. Além disso, a laserterapia pode ser utilizada para tratamento das desagradáveis fissuras mamilares. Essas lesões, muitas das vezes, inviabilizam a amamentação. Neste caso, o laser promove o alívio da dor, acelerando o processo de cicatrização, tendo o tempo de tratamento reduzido quando comparado aos tratamentos convencionais. Vale ressaltar que o laser é utilizado como um terapia coadjuvante nesse processo, não dá para simplesmente aplicar o laser sem ajustar o que esta causando o problema.

Já o uso da Laserterapia Sistêmica (ILIB), é um tratamento que auxiliará na diminuição precoce do edema nas pernas, alívio das dores pós-parto, promove ação anti-inflamatória e antioxidante, não possui efeitos colaterais, além de muitos outros benefícios.

O que é a ILIB?
A abreviação de ILIB deriva do inglês Intravascular Laser Irradiation of Blood. A tradução livre para o português, significa Irradiação de Luz Laser sobre o Sangue.

De forma simples, a terapia ILIB, também conhecida de laserterapia, é a irradiação contínua do Laser terapêutico vermelho ou infravermelho na região da artéria radial. 
Finalidade terapêutica: Analgesia, cicatrizante, anti-flamatório e antiedematoso.

Créditos do artigo:
Thais Banci, profissional da equipe de enfermagem da MiAmE Nursing, especialista em aleitamento materno e doula.

Quer saber mais, veja os contatos da Miame Nursing clicando neste link

Créditos da edição e moderação:
Ana Paula Balog - Profissional de Marketing, Geração de Conteúdo e Moderadora no Mom's do ABC

Publicado em: 29/04/2021



Veja Também